Terça-feira, 4 de Abril de 2006

O segredo...

arvore.jpg

Existem, na minha vida, duas pessoas que, cada uma à sua maneira e até inesperadamente, me ensinam muito sobre a vida. Vou chamar-lhes Ana e Miguel.



A Ana e o Miguel têm cancro.



E por que é que estou a contar esta história no meu blog? Porque estas duas pessoas são extraordinárias na forma como enfrentam a sua doença... Aceitam-na, lutam contra ela sem se culparem ou sem se perguntarem que mal terão feito a Deus e fazendo dessa doença uma possibilidade de crescerem interiormente e de tornarem possível que os outros à sua volta também cresçam.



Eu não tenho pena da Ana e do Miguel... E ainda bem que eles também não querem que tenham pena deles. Porque ter pena é quase como desistir...



Gosto de os comparar com as árvores... se olharmos uma árvore sem mais, vemos o tronco, os ramos, as folhas e os frutos se os tiver... Com as estações essas partes visíveis sofrem alterações e por vezes apresentam-se nús, secos, como se no devir do tempo se fossem deteriorando gradualmente... Mas as árvores são muito mais do que isso... Porque fincam as raízes profundamente na terra de onde lhes vem o alimento e daí retiram o necessário para, na estação seguinte, o nú, o seco, o aparentemente morto, dar lugar ao esplendor das folhas, das flores, do fruto e da vida que brota da árvore e que ela permite que aconteça no ecossistema à sua volta. As árvores são, afinal, muito mais complexas...



A Ana e o Miguel são assim. Sabem onde devem firmar a sua raíz, sabem sobre que rocha é preciso construir a sua casa e permanecem firmes nisso.


Porque sabem que a vida é mais forte do que a morte.

publicado por hhuuggoo às 11:40
link do post | comentar | favorito
4 comentários:
De Olhos_de_ceu a 6 de Junho de 2006 às 22:53
A vida é bela...a gente é que dá cabo dela...olha sabes, as vezes ninguem nota o a tua alegria quando sorris
...ninguem repara na tua tristeza quando choras...ninguem sente o teu medo quando gritas...as vezes pareçe que ninguem sente a tua falta ou repara que tu existes...nao e?poix bem , peidate so uma vex e com o cheiro seras o centro das atençoes...


De Rikadus a 5 de Abril de 2006 às 17:25
Realmente foi a vida de Jesus que mostrou o caminho. No fundo foi a sua morte que demonstrou o seu empenho. Foi a sua morte que provou que ele estava disposto a qualquer desavio para provar à humanidade a força do seu amor pelo imperfeito imortal.

É na vida de Jesus que estão demonstradas as maravilhas de palmilhar aquele caminho no qual a morte tranforma em eternidade. Jesus o humano morreu. Morreu condenado por aqueles que que não compreenderam a sua mensagem de libertação.

Mas O FILHO de Deus, o Verbo, esse sobreviveu e se mantem vivo e presente no universo criado.

Essa sobrevivencia veio desvalorizar a sua morte. Embora o homem tenda a valorizar aquela imagem rude e cruel da sua morte, realmente é a beleza da sua vida e o carinho com que ele viveu que com certeza ele gostaria que ficasse gravado nos corações daqueles imperfeitos humanos que o amam.

Um Abraço

Ricardo


De hhuuggoo a 5 de Abril de 2006 às 15:08
Olá Vanda!
Obrigado.

Queria só esclarecer algumas coisas que dizes e em relação às quais tenho uma perspectiva diferente. Claro que a vida é o que mais importa. Claro que o Jesus que adoramos é o Jesus Vivo e Ressuscitado, que através da sua vida na terra nos mostrou o Pai. Mas é preciso que não o retiremos da cruz. A cruz foi o ponto máximo da sua vida na terra. Foi o momento em que entregou a sua vida por nós ao Pai. É esse o segredo da vida de Jesus: a entrega ao Pai. Jesus tirou-nos da cruz e colocou-se lá no nosso lugar, para nos salvar.

Isto é muito mais complexo do que o que um simples comentário aqui pode esclarecer-te... Mas voltaremos a falar.

Bj, Hugo


De Vanda a 4 de Abril de 2006 às 16:24
Meu querido amigo,

Li o teu artigo "O segredo...", achei adorável a forma como encaras a Vida, mas também, como consegues entender o verdadeiro significado, a força, a importância, que a singela vida humana têm.

A última frase que escreveste (...a vida é mais forte do que a morte) fez-me pensar.

Sabes, à pouco tempo discuti sobre a vida e a morte. Qual delas seria a mais relevante... sem dúvida que é a vida.

Um dia destes ouvi alguém falar que Jesus morreu para nos salvar. Que a través da sua morte o ser humano conseguia entender a mensagem da sua vinda à Terra e, através da ressurreição, se acreditaria na sua eterna existência...

Não concordei com a afirmação ou pensamento porque, para mim, o mais importante de tudo, foi a sua vida e não a sua morte. Foi através da sua vida, do seu empenho, da sua outorga que a mensagem passou entre nós e ainda sobrevive. A misericórdia, a paz, a fé, só é bem sucedida na sua transmissão através da vida que deteve..não foi na morte...

Viver leva-nos à perfeição … e que queremos nós mais do que isso? Não é Deus perfeito? Não é o nosso objectivo chegar a Ele e ser um com Ele?

Vivamos então a vida da melhor maneira possível, com o exemplo e a força de seu filho….

Como dizia um filósofo conhecido “A Vida não é mais que uma constante preparação para a Morte”.

Beijinhos
Vanda


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
29
30


.posts recentes

. Vida, aventura ousada...

. Um pouco de céu

. O segredo...

. Santo Natal

. A marca...

. A árvore da vida

. ...chegar ao mar!

. Para ser grande, sê intei...

. Vai

. Paixão de Cristo

.arquivos

. Junho 2006

. Abril 2006

. Dezembro 2005

. Outubro 2005

. Agosto 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds